Alimentação pré e pós atividade física

 

A Nutricionista Paula do E agora, nutrinha? te ajuda a esclarecer esta dúvida 🙂

Ingerir proteínas antes e após as atividades físicas não é mais novidade na alimentação das pessoas, afinal esse é um assunto que tá em qualquer pauta de quem pratica exercícios. Mas nem só de proteínas o nosso corpo precisa para esse momento, existem outros macronutrientes que devemos considerar na hora de preparar a refeição que vem antes e depois dos exercícios.

Pra quem não sabe, se recomenda comer algo “energético” antes e “repositor” depois e isso interfere diretamente nos resultados da atividade.

Carboidratos

São alimentos conhecidos como energéticos, ou seja, são responsáveis por fornecer energia. Se tornam importante para que você tenha disposição e para que seu corpo consiga trabalhar na hora de se exercitar. A primeira fonte de energia que seu corpo utiliza na hora do exercício é proveniente do carboidrato, por isso faça boas escolhas.

Boas opções para o seu pré treino são as frutas e os tubérculos como aipim e batata doce, por exemplo. Aquele shake com banana, maçã, pêra e até morango ou aquela panquequinha com a batata doce pode te ajudar – e muito – a render durante o treino.

Outro fonte de energia interessante para o seu pré treino, podem ser as gorduras do bem, combinadas com os carboidratos. O óleo de coco é um ácido graxo de cadeia média, esse tipo de gordura possui ação interessante no seu metabolismo, começando pelos aspectos digestivos: são facilmente digeridos e absorvidos, disponibilizando, de maneira super eficiente, energia para a hora do exercício. Outra opção de gordura do bem é a pasta de amendoim.

Lembre de consumir a pasta (ou creme) de amendoim 100% integral e sem adição de açúcar.

Procure um nutricionista para te orientar sobre a quantidade ideal para você, esses são alimentos calóricos e podem se tornar um empecilho caso você consuma a quantidade errada – principalmente se seu objetivo for a perda de peso.

E as famosas e tão faladas proteínas, porque são tão importantes e até suplementadas?

Bom, isso acontece basicamente porque a regeneração muscular precisa das proteínas para acontecer. Quando praticamos atividade física, seja de força, aeróbico, de resistência, de baixa ou alta intensidade, ocorre micro lesões no tecido muscular, é assim que ele cresce!

As proteínas podem ser de alto ou baixo valor biológico, um indicativo dos aminoácidos que essa proteína possui. Quanto mais completa ela for, maior o seu valor biológico – ou seja, melhor ela se torna para o pós treino. E se engana quem acredita que só conseguimos uma boa ingestão proteica com suplementos ou alimentos de origem animal.

Um exemplo perfeito de proteína completa, tendo todos os aminoácidos que precisamos, é a dupla queridinha de todo brasileiro: arroz e feijão. As leguminosas como grão de bico, feijão, lentilha e soja também são fontes de proteína e podem cumprir bem o papel. Ter uma alimentação limpa, com comida de verdade, boas combinações e nas quantidades corretas são o pré e pós treino ideal para atingir qualquer objetivo!

Um beijo, Paula 🙂

paula@eagoranutrinha.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat